Agosto 31, 2014
surdo exercício para figura que não conto qual – 75

 

surdo exercício para figura que não conto qual – 75

 

TENTEI

POR TUDO QUE HÁ DE MAIS OU MENOS SAGRADO NESSE NOSSO MUNDO

AMOR

PLEONASMOS

GIRAFA

MELANCIA E PIRILAMPOS

BOTÕES

DEDAIS

GARFOS E BALANÇOS

TENTEI ME SEGURAR EM ALGUMA COISA QUE NÃO ME VOASSE DO TEU NOME

TENTEI

AMOR

PLEONASMOS

NÃO SEI

EU NÃO SEI E SINTO QUE NEM ESTOU

PERDÃO

PERGAMINHO DE ABÓBORAS

PLEONASMOS

UMA COR DE SAMBAR

UMA SOMBRINHA E UMA TEMPORADA DE LUZ

EU NÃO ESTOU

SOU A MUDEZ

SOU O OSSO DESSA AFASIA

EU NEM ESTOU

 

 

 

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                            here 

Agosto 31, 2014

 

 

 

 

 

de tarde a estátua ganhava esse ar de amor adiado

fazia esse ambiente aflito e sem gestos

concreta só a angústia das traças confinando

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 30, 2014

 

 

 

 

te amo que nem gato escondido na palavra alpiste

que nem mendigo se fazendo praça, sarjeta

quero te comover

que nem vagabunda escondida na procissão

que nem alpiste escondido no arroz

que nem criança da cor da estampa da cortina, digo, paisagem, comichão, colherada, meia furada, cabra no tapete e quintal, risada afegã te amo

que nem gato escondido afegão

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 29, 2014

 

 

 

 

quero fazer-te mal

e sei de algo terrível

algo que pode muito

me amparar a fazer-te mal

ai

há dias estou assim

querendo te fazer mal

e sei de algo terrível

algo que pode muito

me amparar a fazer-te mal

ai ai ai

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 28, 2014

 

 

 

 

 

fantasmas mutilados

da guerra diária e da guerra linguística

pernas por aí

bailas?

bailas com uma perna sem uniforme?

sacodidas das larvas

fazem comunhão com o chão

flexões sexorais para uma deusa hindu:

uma perna só é perna se

valha-me a bula e a polaina!

quando foi a última vez que te beijei

os olhos com os olhos que te bati com um

mapa ou com uma cartilha?

quando foi a última

vez que te abracei com as pernas?

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 28, 2014
 
 
 
dói no sexo da óbvia fortuna

o desinteresse pelas propriedades do papel amassado
 
 
 
 
 
§ carladiacov §
     § blogspot §
             FACEBOOK
                                 here 

 

 

 

dói no sexo da óbvia fortuna

o desinteresse pelas propriedades do papel amassado

 

 

 

 

 

§ carladiacov §

     § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here 

Agosto 27, 2014

 

 

 

 

uma mulher de vinte e cinco anos estava

reaprendo a falar

dizia

duodenite

dizia

perpendicular

entrava pela boca da mulher

vez ou outra

mechas de sua cabeleira leprechaun-american-brownie de minas

também entrava vez ou outra na boca da mulher

dizia

aiconduite

dizia

abençojugular

entrava vento com areia pesava o beiço secava a gengivona

entrava a penugem quase invisível dos pombos da praça 15

dizia

condutevidentite

dizia

prontoauricular

dizia feito égua com a gengiva dizia

cont-du-ite

dizia

conduíte antimilitar

e apontava o próprio pescoço

conduíte antimilitar

especialistas da língua foram chamados e decretaram a mulher

estátua

especialistas da imagem foram chamados e decretaram a mulher mocréia nacional

especialistas da estatuologia foram chamados e decretaram a mulher mulher com toda a fome do mundo

foram tantas as decretações que a mulher decretou-se

pela boca voz gengiva e fama

sorriso em desuso

gravatura eleitoral infantil

refluxo estacional com lenço de motivos florais plus rabo-de-pavão na cabeça estilo anos 60

decretou-se também muito insatisfeita com as vias

em geral

gengivava

em ge ral as vias em geral

e tapava a boca pra cantar la marseilluse

e finalmente foi tombada perdigoto acrimonio unusual

 

foi lindo

e ao que parece

ainda machuca

mas também sopra cochicha e ri

marchã! marchã!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 26, 2014
 
 
 
 
acordei num barco sem ti não é o mesmo que dizer que acordei num barco onde o vento, o mar cuspindo em mim, nada de um mundo sem ti, nada no fundo sem ti, nunca mais me deixe acordar aqui, tudo em espécime, meu deus, meus cabelos, tudo aguaceiro sem ti, veja o peixe morto, veja a morte há horas ali, nada de um mundo todo sem nós por aqui, nós, nós nunca nos demos bem, acordei nesse barco sem roupa, acho que nunca dormi, não tenho sono, não tenho frio, não tenho nome pra vestir. não tenho língua que chegue.
 
 
 
 
 
§ carladiacov §
     § blogspot §
             FACEBOOK

                                 here 

 

 

 

 

acordei num barco sem ti não é o mesmo que dizer que acordei num barco onde o vento, o mar cuspindo em mim, nada de um mundo sem ti, nada no fundo sem ti, nunca mais me deixe acordar aqui, tudo em espécime, meu deus, meus cabelos, tudo aguaceiro sem ti, veja o peixe morto, veja a morte há horas ali, nada de um mundo todo sem nós por aqui, nós, nós nunca nos demos bem, acordei nesse barco sem roupa, acho que nunca dormi, não tenho sono, não tenho frio, não tenho nome pra vestir. não tenho língua que chegue.

 

 

 

 

 

§ carladiacov §

     § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here 

Agosto 25, 2014

 

 

 

         .para uma mulher com galhos.

 

 

mulher com galhos

cingida pelos teus próprios galhos

morrendo de medo de nada

nada é mesmo engraçado

mulher com galhos risonha

e a mulher com galhos passa atravessa a ponte de prata

ajeita os galhos

queima os cascos

e continua rindo abana o rabo égua

certa de que está no caminho errado

rindo

mulher de galhos

linda meio linda e metade égua

linda

rindo feito égua

tua língua é olho-d’água e gaiola

tecido que bordo

debrum da colcha onde quero me enrolar nos dezembros todos

tua língua d’égua

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 23, 2014

 

 

 

 

queria sondar o excêntrico intocável através do sangue da fulaninha

queria procriar e queria trucidar com a pressa do passo

lembra?

andávamos

sem a nós nos encontrar

 

ai meu amor que não chega

ai a melancolia no fundo do prato, anjo

 

aquieta essa boca

amanhã alguém morre no samba

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 22, 2014

 

 

 

por ter sido ovo talvez

essa gosma da manhã na boca

da fotografia de todo dia

essa vontade de dizer coisas com antenas

gritar pelos dedos

vontade de rescindir em líquidos

eclodir correndo o verbo

a baba da vida descendo entre os seios

ai

com uma concha de cozinha

facilmente eu me esconderia disso tudo

 

digo ovo quando quero dizer espáduas

corto a mão quando quero dizer teu nome

penso lesma quando quero tocar tua vida sonhada espaldada num chão de coisas com antenas

coisas para comer de antemão

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 22, 2014
 
 
 
a baba da vida
apelido do homem que será a baba da vida
um livro de espírito abocanhado a baba da vida
um homem a ser folheado marcado escondido vendido comparado incendiado
 
 
 
 
§ carladiacov §
     § blogspot §
             FACEBOOK

                                 here 

 

 

 

a baba da vida

apelido do homem que será a baba da vida

um livro de espírito abocanhado a baba da vida

um homem a ser folheado marcado escondido vendido comparado incendiado

 

 

 

 

§ carladiacov §

     § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here 

Agosto 21, 2014

 

 

 

 

morder começa pela boca

mas a boca não é

morder é você rezando todo dia no mesmo lugar

morder é você ajoelhado junto ao feixe de sol

morder é você escutando o barulho de mundo que eu escuto: começa e termina pela boca começa e termina pela boca e goza

mas a boca não é

 

eu chegaria primeiro e esperaria morder lá

pela linha do equador

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 20, 2014

 

 

 

 

de costas para o edifício

ele de costas para mim

a gente de costas para você

você de cócoras num outro continente

.comendo castanhas muito estranhas.

de costas para este

este de costas para o milagre habitual

na rua do vendedor de espelhos

obviamente

de costas para esta

 

 

 

 

 

 

 

 

 § larCavoDica §

§ carladiacov §

  § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here  

Agosto 20, 2014
 
 
fecha os olhos. apalpa a lua correta.
hoje é dia de matar esperanças hoje é noite de afiar uns dedos.
.a moela.
.a moela.
 
 
 
 
§ carladiacov §
     § blogspot §
             FACEBOOK

                                 here 

 

 

fecha os olhos. apalpa a lua correta.

hoje é dia de matar esperanças hoje é noite de afiar uns dedos.

.a moela.

.a moela.

 

 

 

 

§ carladiacov §

     § blogspot §

             FACEBOOK

                                 here 

Postagens favoritas no Tumblr: Mais postagens que eu gostei »